fbpx

Como criar o planejamento de vendas da loja de acessório de celular?

Como criar o planejamento de vendas da loja de acessório de celular?
7 minutos para ler
Revendedor Customic

É muito comum que pequenos empresários queiram ampliar o negócio, mas achem que o planejamento de vendas não adianta muito para comércios de menor porte. Esse pensamento está equivocado. Desse modo, entender as demandas do negócio e programar suas atividades vai ajudá-lo a definir seus propósitos e a escolher as ações necessárias para alcançá-los.

Quer saber mais? Então veja neste post o que é o planejamento de vendas e como fazer um de sucesso para sua loja!

O que é e para que serve o planejamento de vendas?

O planejamento de vendas é um instrumento para o empresário definir suas táticas comerciais e melhorá-las, com resultados que ultrapassem os anteriores. Ele serve para inúmeras situações. Por exemplo: você abastece o estoque com inteligência, remove itens com baixa lucratividade e até mesmo desenvolve métodos práticos para aumentar as vendas.

Nesse sentido, o gestor de uma loja de acessórios para celular não deve agir apenas de forma instintiva, como se estivesse trabalhando às cegas. Isso é muito perigoso nesse tipo de comércio, uma vez que o mercado de smartphones é muito volátil.

Para criar o planejamento de vendas da sua loja de acessórios de celular, confira a seguir alguns passos.

Como criar um planejamento de vendas?

Armazene e interprete seus dados

O primeiro degrau na elaboração desse importante documento é recolher as informações sobre o desempenho. Por esse motivo, providencie relatórios diários. Distribua esses dados em planilhas e, com base neles, produza pareceres semanais sobre a performance.

Desse modo, você vai descobrir as mercadorias que contam com maior êxito de vendas. Levante quais são os acessórios de destaque, aqueles mais procurados por seus clientes. O que seu público mais compra? Cabos? Quem sabe são as películas de proteção de tela? Ou será que os campeões de preferência são os carregadores?

Além disso, é necessário fazer uma análise sobre as variáveis externas do seu nicho que podem interferir nos seus resultados. Por exemplo: conhecer a lista dos celulares mais vendidos é indispensável nesse ramo!

Afinal, a comercialização desses telefones móveis terá uma enorme influência no seu cotidiano. A seguir, veja alguns levantamentos essenciais:

  • Quanto foi vendido em recursos financeiros?
  • Quantas peças ou mercadorias foram comercializadas?
  • Quais delas foram as mais rentáveis?
  • Quais produtos ficaram encalhados? Por quanto tempo?
  • Quanto você precisa faturar por dia para ter o lucro almejado no final do mês?

Selecione suas metas e propósitos

Agora que você já tem uma boa base de dados, chega o momento de delinear quais serão seus intuitos. A ideia é eliminar da cadeia o que está dando errado — ou corrigir, se for possível — e potencializar a parte que caminha bem.

Crie um calendário que abranja todo o ano. Divida essa programação em trimestres para fazer avaliações parciais de como a execução do seu planejamento de vendas vem evoluindo ou não. É muito importante relacionar as suas intenções de crescimento a prazos. Senão, você corre o risco de nada ser colocado em funcionamento na prática.

No mundo corporativo, é comum utilizar três diferentes tipos de metas: uma mais pessimista, outra mais realista e uma mais sonhadora, na qual você supõe que haja contextos mais favoráveis.

Outro conselho: você não deve instituir objetivos absurdos, atitude que pode desanimar sua equipe. Afinal, se o time nunca conseguir satisfazer essas metas, ficará um enorme sentimento de frustração.

Por isso, se você vendeu 2.000 cases no primeiro semestre, será ingenuidade achar viável efetuar 25.000 vendas desse tipo em um único mês. Então, é aquela velha história: abra um pouco de espaço para a ousadia, que é essencial no planejamento de vendas, mas mantenha seus pés bem firmes no chão.

Estime quais são as carências de seu público

Como agora você já sabe quais produtos vendem mais, é fácil renovar o estoque de cases para celular a partir desse índice. Por exemplo: suponha que a maior parte dos negócios do ano passado tenha sido aquela linha dirigida às crianças. Nesse quadro, seria excelente incluir no planejamento de vendas uma meta para expandir o atendimento infantil.

Só que tem um porém: é preciso se lembrar da alta oscilação no segmento de smartphones. Assim, pesquise quais personagens infantis estão na moda. Afinal, essa atualização é indispensável para enfrentar a concorrência. Renove esse estudo a cada três meses.

Descubra também quais são os modelos de celulares que os pais mais costumam comprar para os filhos. Desse modo, você vai agregar valor às suas mercadorias e poderá até reajustar seus preços. Além de identificar as urgências dos clientes, é possível criar demandas.

Quer um exemplo prático? As empresas sempre buscam agradar a seus consumidores com pequenos mimos que reforcem a presença da marca. Nesse contexto, por que não vender cases como brindes para as empresas? Por essa razão, acrescente nos seus planos algumas táticas para captar novos nichos.

Defina as estratégias

Você já sabe qual é a sua situação atual, bem como o que deseja mudar dentro dos próximos meses. Isso significa que os dados foram levantados, e as intenções estabelecidas.

Chega, então, a hora de traçar as estratégias. Ou seja, você tem que escolher quais ações serão postas em prática para tirar seu planejamento do papel. Imagine que seu objetivo é expandir a rentabilidade em 20% nos próximos seis meses. Diante desse propósito, quais seriam as suas estratégias?

A resposta pode ser esta: aumentar o investimento em propaganda e oferecer cada vez mais produtos customizados específicos para os smartphones campeões de vendas.

Faça um bom orçamento

Como já dissemos, o setor de lojas de acessórios para celular muda conforme surgem novos lançamentos, isto é, trata-se de uma área inconstante. Por isso, na hora de fazer o planejamento de vendas, reserve um bom tempo para orçar o quanto custará a sua efetivação.

Nesse contexto, é preciso colocar na ponta do lápis o valor que cada uma das providências vai exigir em recursos financeiros. Insira no pacote ações publicitárias, cursos de aperfeiçoamento para os vendedores, reposição de estoque modernizada, entre outras medidas.

Saber exatamente o tamanho das despesas vai dar mais segurança e ajudá-lo a perder o medo de ser empreendedor. Afinal, seus planos estarão bem fundamentados em informes muito concretos.

Engaje seu time

Um time bem preparado faz toda a diferença para o sucesso ou o fracasso dos seus planos de negócios. Sendo assim, assegure que sua equipe seja treinada para a colocação do planejamento de vendas em operação na vida real.

Para tanto, você pode aumentar as comissões para quem superar as expectativas, por exemplo. Também é uma alternativa oferecer meios de aperfeiçoamento profissional. Quem sabe um curso sobre os principais tipos de capas para celular?

Você não deve se esquecer que seus vendedores estão na linha de frente, fazendo a maior parte do contato com as pessoas. Por esse motivo, valorizá-los é vital para tirar tudo que foi pensado do campo das ideias.

Como você já deve ter notado, o planejamento de vendas é uma ferramenta essencial para crescer, principalmente no ramo de smartphones. Além disso, lembre-se de monitorar com muita exatidão as estratégias em andamento. Assim, você corrige erros e impede prejuízos. Dessa maneira, será simples ter mais lucro.

Quer conhecer outros métodos comerciais? Então leia também sobre como superar as objeções de vendas!

Revendedor Customic
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-