fbpx

Confira 6 dicas para organizar sua vitrine de loja e arrasar nas vendas!

6 minutos para ler
Revendedor Customic

Quem nunca ouviu o ditado: “a primeira impressão é a que fica”? Pois ele se encaixa perfeitamente quando nos referimos à organização de uma vitrine de loja. Afinal, a alta competição no mercado vem exigindo cada vez mais que as empresas se reinventem para conseguir fidelizar os clientes.

A forma como os produtos estão organizados na fachada da loja pode ser um grande diferencial para as suas vendas. Na verdade, tão ou mais importante do que vender é se preocupar com o impacto visual que a disposição das mercadorias vai exercer sobre o público. É isso que despertará nele o interesse em se aproximar da loja e adquirir os seus produtos.

Para ajudar você, veremos hoje algumas dicas práticas de como é possível criar uma ótima vitrine de loja para atrair a clientela e alavancar os resultados da empresa. Continue lendo e confira!

1. Busque inspirações

Sempre pesquise referências em outras vitrines para se inspirar. Isso não significa que você deve copiar o design e o visual das lojas concorrentes — é apenas uma forma de estimular a sua criatividade.

Uma boa ideia é examinar as vitrines por meio de buscas no Google e em sites de compartilhamento de imagens, como Instagram, Flickr ou Pinterest. Com certeza, após visualizar alguns modelos, você será capaz de se reinventar e criar uma decoração incrível e atrativa!

2. Explore os cinco sentidos

Uma ótima opção para se destacar é utilizar a seu favor o marketing sensorial — também conhecido como Brandsense. Trata-se, basicamente, de um conjunto de medidas estratégicas que buscam explorar os sentidos humanos e atuar no subconsciente.

Seu principal intuito é fazer o público-alvo estabelecer laços emocionais e psicológicos com a marca, avançando assim ao longo da jornada de compras. Confira alguns exemplos práticos:

  • visão — elaborar uma vitrine chamativa, colorida ou com cores estratégicas, que chame a atenção de quem passar pelo local;
  • olfato — um aroma agradável no ambiente pode fazer toda a diferença para o bem-estar do cliente, que passa a associar a sua marca com aquele cheiro bom. É por isso que muitas lojas investem em fragrâncias conforme o estilo da loja — esportivo, feminino, infantil etc;
  • audição — ouvir uma música com melodia agradável assim que você entra em uma loja tem o potencial de trazer sensação de bem-estar e emoções positivas, o que ajuda a atrair a atenção do cliente;
  • paladar — sabores têm odom de cativar e conquistar o consumidor, e não é preciso ser necessariamente do setor alimentício para investir no paladar. Algumas lojas oferecem cafezinho, chás e até balas ou biscoitos aos clientes. Tudo para que eles se sintam à vontade e acolhidos;
  • tato — apesar de ser menos valorizado na maioria das estratégias de marketing sensorial, o tato proporciona uma experiência mais próxima dos consumidores com os produtos. O cliente pode analisar mais de perto o material, a maciez rigor, consistência etc. As amostras grátis ou provadores são os maiores exemplos desse uso.

3. Invista em uma iluminação de qualidade

As luzes da vitrine também fazem toda a diferença na sua composição final, tornando-a mais atraente e convidativa. Para isso, é importante estudar a melhor posição em que as lâmpadas, pisca-pisca e iluminadores ficarão dispostos na vitrine, com relação aos produtos. Isso ajuda a dar maior destaque aos itens que a loja deseja vender mais rapidamente.

Além disso, há outras táticas de iluminação que podem ser adotadas:

  • luzes mais quentes (amarelas) — usadas para destacar um produto perante os demais;
  • luzes frias (brancas) — deixam o ambiente claro e com o visual mais clean, aumentando a visibilidade dos produtos.

4. Distribua bem os produtos no espaço

Como dissemos, a vitrine é o convite para que o cliente se interesse pelos produtos e entre na loja. Afinal, quem nunca parou para dar uma olhadinha nesse espaço e ver as novidades? Justamente por isso, é essencial organizar o posicionamento das mercadorias.

Nada é pior do que se deparar com produtos amontoados ou espalhados de qualquer jeito pela fachada. Além de dar um ar desleixado ao estabelecimento e afastar grande parte dos potenciais clientes, isso é pouco atrativo do ponto de vista visual.

Os produtos devem ser expostos de maneira estratégica, observando métodos visuais previamente planejados pela equipe. Eles podem ser organizados em categorias, por exemplo, de acordo com características como cor, preço, frequência de vendas etc. Confira algumas das técnicas mais utilizadas pelos lojistas:

  • acima da linha da cabeça — posicionar os produtos que costumam ser adquiridos com menor frequência;
  • na altura dos olhos — organizar produtos que têm maior rotatividade e valor, de modo geral, para que sejam visualizados com facilidade e vendidos mais rapidamente. Exemplo: os lançamentos;
  • na linha da cintura, ou abaixo dela — colocar os produtos que têm saída mediana, e que são procurados com uma frequência regular.

5. Destaque os itens em promoção

Os itens que estão em promoção devem ser destacados para que sejam vendidos mais rapidamente. Então, que tal fazer um setor só com produtos em liquidação? Outra boa ideia é deixá-los perto do caixa, lugar aonde os clientes vão já na fase final da jornada de compra, pois as chances de eles serem comprados por impulso são altas.

6. Faça uma vitrine temática

Por fim, é sempre bom aproveitar a chegada das épocas festivas para decorar a vitrine com temas que se referem àquela determinada comemoração! Alguns exemplos clássicos são: Páscoa, Natal, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Black Friday, mudança de estações do ano, dentre outros. Use a sua imaginação e aproveite o embalo do momento para atrair o interesse dos clientes!

Como vimos, planejar e organizar a vitrine de loja é uma estratégia de marketing muito importante para as empresas que desejam alavancar as vendas e agregar valor à marca. Afinal, a fachada é o primeiro contato visual que o consumidor tem com o estabelecimento. Por isso, invista na criação de um ambiente organizado e atrativo! Você verá os resultados rapidamente.

Já utilizou alguma dica acima na criação de uma vitrine? Tem alguma dúvida ou sugestão de decoração? Deixe o seu comentário!

Revendedor Customic
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-